Terms & Conditions

We have Recently updated our Terms and Conditions. Please read and accept the terms and conditions in order to access the site

Current Version: 1

Privacy Policy

We have Recently updated our Privacy Policy. Please read and accept the Privacy Policy in order to access the site

Current Version: 1

Paulista - SP

Brasilia - DF

EnglishעִבְרִיתPortuguêsEspañol

Programa Território Steam inaugura espaços de criatividade em escolas públicas de São Paulo – Jornal da USP

20210609_00_robotica_stem_steam.jpg


Mais de 4 mil alunos do ensino fundamental e médio serão beneficiados com a iniciativa que foi idealizada pela Fundação Internacional Siemens Stiftung, em parceria com a Escola Politécnica da USP

20210609 00 robotica stem steam20210609 00 robotica stem steam
Escolas públicas da Grande São Paulo ganham Espaço Steam, equipado com kits de eletrônica, química, matemática e artes – Foto: Freepik

.
O acrônimo Steam (Ciência, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática) é um modelo de ensino-aprendizagem que permite a aplicação prática da teoria aprendida em sala de aula. Considerada uma abordagem inovadora, ainda são poucas as escolas públicas no país que a adotam devido à ausência de ambientes adequados. O chamado Espaço Steam é equipado com kits de eletrônica, química, matemática, artes e ferramentas variadas, como furadeira, martelo e serra, para que os alunos usem sua criatividade e executem projetos interdisciplinares. Espaços como esses estão sendo inaugurados, nos dias 28 e 29 de novembro, em quatro escolas públicas na Grande São Paulo, com apoio da Escola Politécnica (Poli) da USP.

Idealizado pela Fundação Internacional Siemens Stiftung e realizado em parceria com o Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI-TEC) da Poli, o Espaço Steam na escola integra o programa Território Steam São Paulo, Brasil. Três escolas beneficiadas pelo programa ficam na capital paulista; e outra, na cidade de Santo André. As instituições foram selecionadas por meio de um edital e cada uma recebeu R$ 22,5 mil para a criação do espaço. Gestores e professores dessas escolas haviam participado de um curso gratuito, do mesmo programa, no qual aprenderam o que é o modelo de ensino, a concepção, implantação, uso, gestão e divulgação do Espaço Steam.

“O Espaço Steam possibilita integrar os conhecimentos de artes, ciências, tecnologia, engenharia e matemática, mostrando na prática a importância dessa interdisciplinaridade para a solução de problemas reais identificados pelos alunos. Os alunos aprendem de forma ativa, questionadora e colaborativa; por isso, é uma ferramenta valiosa também para a formação de cidadãos”, afirma Roseli de Deus Lopes, professora da Poli e coordenadora científica do programa.

“Esta iniciativa emergiu de um esforço liderado pela Fundação Internacional Siemens Stiftung e cofinanciado pela instituição filantrópica Siemens Caring Hands. Ela integra a Iniciativa de Educação Steam para a Inovação na América Latina, que envolveu instituições membros da Rede Steam América Latina e resultou em 14 projetos, com materiais educacionais diversos, ricos e abertos. Entre esses projetos, o do LSI-TEC destacou-se com um curso on-line Espaço Steam na Escola, que resultou na implementação desses quatro espaços nas escolas da Grande São Paulo”, conta Ulrike Wahl, representante para a América Latina da Fundação Internacional Siemens Stiftung.

Com o suporte financeiro recebido, cada escola implantou um Espaço Steam conforme suas necessidades, seja criando um ambiente a partir do zero, reformando ou integrando espaços, ou comprando os equipamentos que faltavam em suas instalações. No total, mais de 4 mil alunos das quatro instituições serão beneficiados. Todas as atividades a serem desenvolvidas nos espaços estarão integradas ao programa curricular.

Veja abaixo as datas e horários das inaugurações, que contarão com a presença de dirigentes do ensino, gestores e professores das escolas, alunos, além de representantes da Fundação Siemens Brasil, da Siemens Stiftung, da USP e do LSI-TEC.

Inaugurações

Estão programadas quatro inaugurações: no dia 28 de novembro, na Escola Estadual Orestes Guimarães (R. Canindé, 153 – Canindé, São Paulo) e na Escola Estadual Dr. Agenor Couto de Magalhães (Av. Guilherme Mankel, 99 – Vila Clarice, São Paulo); no dia 29 de novembro, na Escola Estadual Professora Maria Eugênia Martins (R. Alarico Franco Caiubi, 651 – Jaguaré, São Paulo) e na Escola Estadual Dr. Celso Gama (Praça Assunção, S/N – Vila Assunção, Santo André). 

Sobre as instituições 

O Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI-TEC) é uma Instituição de Ciência e Tecnologia (ICT), sem fins lucrativos, que desenvolve tecnologia avançada para oferecer soluções inovadoras, priorizando o interesse público e o desenvolvimento do País. Dirigido por professores da Universidade de São Paulo,  conta com uma equipe altamente qualificada e multidisciplinar. Uma das áreas de atuação do LSI-TEC é a de Tecnologia aplicada a educação, que busca desenvolver projetos que contribuam para melhorar as oportunidades de formação de adolescentes e a formação continuada de professores, na área de Steam.  

A Fundação Internacional Siemens é uma entidade sem fins-lucrativos que atua globalmente, promovendo o desenvolvimento sustentável por meio da educação. Na América Latina, trabalha em estreita colaboração com ministérios da educação, universidades e projetos de educação em Steam. No Brasil, a Fundação Internacional Siemens atua em coordenação com a Fundação Siemens Brasil, que há mais de 30 anos tem o compromisso de contribuir para a melhoria do cenário educacional brasileiro, por meio de iniciativas que promovam o acesso ao conhecimento, estimulem o interesse pela ciência e ampliem o uso de tecnologias inovadoras com impacto social positivo na vida de milhares de alunos e professores.

.

Texto da Assessoria de Imprensa da LSI-TEC/Febrace





Source link

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Print
plugins premium WordPress